(21) 2220-3300
New here? Register. ×

Projeto que limita número de alunos em sala de aula segue para o Senado

59 comentários
Escrito por Marcus Tadeu | Publicado em Matérias
  • sala-de-aula
13jan

sala-de-aula

Depois de três anos de tramitação, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 597/2007 que limita o número de alunos por professor na Educação Básica. Pela proposta, que agora segue para o Senado, as turmas do Ensino Médio e as dos quatro anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) terão, no máximo, 35 alunos. O projeto altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) que não estabelece limite de estudantes por sala de aula.

Se for aprovado no Senado, os sistemas de ensino terão o prazo de três anos, a partir da publicação da lei, para se adequarem. Para a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, a limitação de alunos por professor acabaria com a superlotação e garantiria mais qualidade de ensino.

“Se você tiver uma sala de aula lotada com 40, 50 alunos, numa aula de 45 minutos, onde o professor tem que passar o conteúdo da sua matéria, tirar as dúvidas e conferir lições de casa ou qualquer tarefa, certamente uma boa parte dos alunos não vai contar com a atenção do professor”, destaca o deputado Jorginho Maluly, autor da proposta.

Veja como seria o limite de alunos por sala/série:

- Crianças até um ano de idade: máximo de cinco alunos por professor
- Crianças de um a dois anos: máximo de oito alunos por professor
- Crianças de dois a três anos: máximo de treze alunos por professor
- Crianças de três a quatro anos: máximo de quinze alunos por professor
- Crianças de quatro a cinco anos: máximo de vinte alunos por professor
- Nos cinco primeiros anos do Ensino Fundamental: máximo de 25 alunos por professor
- Nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio: máximo de 35 alunos por professor

Leia o projeto na íntegra

59 thoughts on “Projeto que limita número de alunos em sala de aula segue para o Senado

  1. Bom dia, o texto original esta um pouco diferente do descrito neste artigo. Na proposta de lei fala que, a quantidade de alunos ate 3 a 4 anos, é definida por adulto na sala de aula e não por professor.

  2. Parabéns estava mais que na hora de alguém preocupar com esta questão , pois as escolas só pensam em lotar as salas e ensino mesmo nada, principalmente escolas particulares !!!

  3. Estamos com esse mesmo problema em Lauro de freitas/BA, escolas que se dizem de excelencia, caras, salas super lotadas, com aulas que duram max 60 minutos, A super lotaòao das salas traz de conseuquencia a queda na qualidade de ensino, pois nao permite ao professor desenvolver de modo satisfatorio o conteudo e ao aluno de compreender o assunto, tirar duvidas e expor seu ponto de vista. O aluno necessita de tempo na sala e o professor de menos alunos, assim pode suprir a necessidade de cada um deles. O aluno terà a oportunidade de desenvolver seu lado critico, desenvolver seu raciocinio, tendo uma presença ativa e nao passiva como atualmente acontece nas escolas, o aluno nao debate, nao analisa, nao coloca seu ponto de vista, so ouvi, como um robo sem personalidade, sem vida. A escola deveria estar criando seres pensantes, criticos, no entanto com esse sistema e metodologia esta alienando celebros e transformando nossos filhos em individuos incapazes intelectualmente. Temos que lutar por uma educaçao de qualidade, pelo direito de cada individuo por uma educaçao que forneça subsidios que contribuam para o seu desenvolvimento intectual de boa qualidade no respeito de sua dignidade e formaçao intelectual.

  4. Mesmo com essa limitação numérica, o professor ainda enfrenta e enfrentará problemas difíceis de superar: falta de apoio dos responsáveis em assuntos relacionados a convivência aluno/aluno e aluno/professor, pois não há respeito, reconhecimento nem valorização ao professor, por isso ele vive o dilema de ter um colossal acumulo de afazeres como planejamento, aplicação, avaliação, replanejamento… se você acha pouco, tem mais: tudo isso em dobro ou triplicado dependendo se o mágico professor conseguir trabalhar em dois ou três lugares deferentes, se ainda é pouco, muitos responsáveis acham que toda educação é responsabilidade do professor que segundo esses e alguns políticos precisam ter sua carga de trabalho aumentada pois são uns desocupados…

  5. Meu filho estuda em uma escola particular,e tem mais de 40 alunos ele chega até chorando em casa quando não consegue entender as explicações dos professores. Muito chateado ele ligou pra mim enquanto estava na sala de aula com o professor passando tarefas,acredite parecia que ele tava em um show de rock! Fui reclamar na escola e eles ficaram muito chateado com meu filho pq ele tinha ligado p/me que é proibido. por conta disso preciso ainda pagar caro para ele ter um reforço! GENTE VAMOS FAZER ALGUMA COISA TÁ DIFÍCIL CONTINUAR ASSIM!

    Obrigada!

  6. Essa lei tem q ter aprovação imediata. Estou numa sala de 4º ano com 45 alunos, onde os mesmos não possuem aulas extras ( diversificadas) ,nem horário de recreio! Os mesmos passam 4 horas dentro da sala de aula!!!!!!! Um absurdo!!!! Totalmente surreal !!!

  7. Crianças de 4 e 5 anos, 20 alunos por professor, isso é um absurdo!!!!!!!!!!!!!!! Com certeza não foi um professor que inventou essa ideia idiota!!!!!! Alunos da pré-escola deveria ser 1 professor a cada 8 alunos. Tomem vergonha na cara seus incompetentes!!! É por isso que a nossa educação não tem a mínima qualidade!!! Bando de imbecis!!!!

  8. Concordo plenamente com a ideia de diminuir a quantidade de alunos nas salas de aula, com podemos ensinar , ouvir questionamentos , orientar alunos em grande numero?

  9. Parabéns pela iniciativa. Número de alunos por sala e metro quadrado por aluno sem esquecer que professor deve caber lá dentro também. É que eu fico numa sala com 35, mas praticamente não posso me mexer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>