(21) 2220-3300
New here? Register. ×

O jornal daqui a 50 anos

1 comentário
  • politico
11set

Como será o jornal daqui a 50 anos? Mais de 300 crianças de São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Minas Gerais e de outros Estados toparam o desafio e participaram do concurso de redações da “Folhinha”, suplemento infantil do jornal Folha de S. Paulo, cujo resultado foi publicado na última edição, sábado dia 8 de setembro. Os textos foram publicados com ilustrações, produzidas por Laerte, Adão e Pedro C., que fazem os quadrinhos da “Folhinha”, e por Andres Sandoval, ilustrador da coluna Cafuné. O estudante Ryan, de 10 anos, ficou em primeiro lugar. Sua escola, Dona Antonieta Dias de Souza (MG), onde estuda, receberá 50 livros. Com um texto curto, mas muito criativo, ele imaginou um jornal em formato de garrafa! Confira a ideia dele e dos outros três vencedores:


Ryan Dias Silva, 10 anos
Escola Municipal Dona Antonieta Dias de Souza, em Nova Lima (MG)
Notícias engarrafadas - Na minha imaginação, daqui a 50 anos o jornal será em formato de uma garrafa. E, para você ficar sabendo das notícias, basta beber as informações e ficar por dentro de tudo. A garrafa se recarregará sozinha. Se você não quiser saber das notícias, aperte um botão que ficará do lado do bico. Assim, ela poderá ser usada para tomar água, suco, refrigerante e o que você desejar.


Diego Gonçalves de Paula Mota, 9 anos
Colégio Santa Maria, em São Paulo (SP)
Caixa azul e sanduba ‘itudo’ - Domingo, ano de 2063, o robô-carteiro me dá uma caixa. É azul com detalhes que emitem energia. Pego a caixa e aperto um botão. Aparece um holograma que, quando tocado, mostra o que aconteceu nos dias anteriores. O que é? O jornal da época futurística.Contém cadernos e folhas holográficos, é sensível ao toque, como o iPad, na época já extinto.Os maiores cadernos são os de tecnologia e de cultura. Não há mais histórias em quadrinhos, e sim vídeos. As notícias de esportes estão inovadoras após as estreias dos esportes Space Hóquei e Gravitationbol.O caderno de política informa que a polícia foi eliminada, já que não há mais roubos ou assassinatos. O caderno de tecnologia fala do iPhone 15, do iBook 8 e do iTudo, um sanduíche com chip, que faz com que você tenha a internet na mente ao comê-lo. Tem o caderno de carros, com a nova Ferrari voadora. O jornal é guardado em um chip. Para desligá-lo, aperte o botão azul. Se ficar curioso, espere 50 anos e veja essa maravilha. Até lá!


David Kolar,
9 anos
Colégio Iavne, em São Paulo (SP)
O drible do raio-x na escola - Imagino que, no futuro, o jornal vai estar na sua mente; você vai pedir para aparecer a notícia e um aparelho irá transmiti-la ao seu cérebro. Para evitar que as crianças entrem na escola e comecem a ouvir o jogo de futebol, elas terão que passar por uma máquina do tipo raio-X, para ver se estão com o jornal eletrônico. Poderíamos imaginar a seguinte história: Certa vez, um menino chamado Michel ganhou um jornal de presente e queria levá-lo à escola, mas não sabia como fazer isso sem que ninguém descobrisse. Percebeu que alguns alunos levavam o jornal escondido. Descobriu que as crianças de até cinco anos não tinham que passar pelo raio-X, e que alguns alunos mais velhos pediam para o irmão menor levar o jornal na mochila.Michel era filho único e por isso começou a pedir para o irmão de seu amigo levar seu jornal. Assim, ouvia o jornal durante as aulas e, no recreio, contava aos amigos. Todos adoravam ficar por dentro das últimas notícias!

 


Isabela Parizotto Caramico e Lívia Betito
, 12 anos
Colégio Bandeirantes, em São Paulo (SP)
Repórter teletransportado – Oito horas após o amanhecer, o homem acorda, desce as escadas, senta-se em sua cadeira e toma o seu café. Sua mulher entrega-lhe uma placa fina, pequena, lisa, branca e leve, em cujo centro há um círculo como um olho. Aquele é o jornal. Em um instante, do centro da placa sai um holograma com a forma de um jornal de papel. Rapidamente, o homem passa seus olhos atentos por fileiras de letras que se encolhem ou aumentam ao seu chamado. Após alguns minutos, o homem faz um suave movimento, virando a página do jornal holograma. Mal sabia ele como fora feito. Dois dias antes, um jornalista havia se teletransportado para a Austrália para escrever sobre uma catástrofe com jatos particulares. Para isso, reviu em três dimensões a tragédia em um vídeo. Então, no seu português mais polido, descreveu o acontecimento. Assim também foram feitas todas as outras reportagens do mundo moderno, com assuntos inovadores e tecnologia.

Posts relacionados

Um comentário sobre... “O jornal daqui a 50 anos

  1. hum como sou sedenta, essa da garrafa caiu-me bem….as outras modalidades tambem sao otimas…espero que todas se concretizem, assim teremos jornais para todo gosto…parabens aos inventores…beijos em todos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Fala Jovem

Ver outras

Fala Jovem

Fala Jovem

Fale Conosco

O seu nome (obrigatório)

O seu e-mail (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem