A revista da midiaeducação

A importância das TICs na educação

Escrito em 18 maio, 2010 - 69 comentários

“Eles  [crianças e jovens] ‘vivem’ tecnologias e quem não vive sonha em viver. É o mundo deles. Isto é fato. Como ignorar este potencial? Como permanecer no cuspe e giz?”, Marise Brandão.

marise

Por Marcus Tavares

Marise Brandão é Orientadora Tecnológica Educacional do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Até pouco tempo era professora de Atividades Integradas – Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências e Artes – na Escola Estadual Dr. Álvaro Rocha, localizada no município de Barra do Piraí, no Estado do Rio de Janeiro. Quem a conhece pela primeira vez rende-se logo à sua simpatia. Mas, em seguida, impressiona-se com o seu trabalho de dedicação ao ensino e ao uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) na sala de aula.

Não é à toa que Marise, hoje, também atua como Orientadora Tecnológica do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Capacidade reconhecida internacionalmente desde 2008, quando ela ganhou o título de Embaixadora da Microsoft e o prêmio Microsoft Educadores Inovadores – categoria Educador Inovador.

Leitora assídua da revistapontocom, Marise conversou com a equipe sobre o projeto, ações e sonhos.

Acompanhe:

revistapontocom – O que é ser um educador nos dias de hoje?
Marise Brandão
 - Hoje, ser educador exige muito mais do que ter somente conhecimento sobre sua área específica. É preciso ser um estimulador do prazer em construir o conhecimento. O educador tem que ensinar seus alunos a pensarem, a descobrirem, a desenvolverem suas competências e habilidades. O professor do século XXI é um estimulador, motivador no desenvolvimento de habilidades e  potencializador de competências nos alunos. Mas para isto, ele tem que quebrar os velhos paradigmas da escola tradicional, deixando de ser somente um transmissor de informações.

revistapontocom - Neste sentido, qual é o papel das tecnologias da comunicação no processo de ensino e aprendizagem das atuais gerações?
Marise Brandão
– Elas devem ser um dos instrumentos para a construção do conhecimento. No mundo de hoje, as tecnologias são indispensáveis na educação das crianças e dos adolescentes. Eles ‘vivem’ tecnologias e quem não vive sonha em viver. É o mundo deles. Isto é fato. Como ignorar este potencial? Como permanecer no cuspe e giz? Todo professor deveria assistir a este vídeo antes de se negar a usar as TICs com seus alunos.



revistapontocom - Há dois anos, você recebeu o prêmio Microsoft Educadores Inovadores, na categoria Educador Inovador. A premiação foi fruto do projeto o Vôo BPF Brasil, Portugal e França. Que projeto foi esse?
Marise Brandão
 - Utilizando como temática o centenário de Santos Dumont, o projeto teve o objetivo de criar uma comunidade de aprendizagem em rede, estabelecendo um intercâmbio com escolas do Brasil, Portugal e França. O projeto foi desenvolvido por quatro escolas, duas no Brasil, uma em Portugal e uma na França. Criamos uma aprendizagem em rede, onde os alunos se tornaram os autores, construindo o conhecimento de uma forma muito participativa e colaborativa. Partimos da leitura do livro de Claudio Fragata, Seis Tombos e um Pulinho, que fala sobre Santos Dumont. As atividades envolveram 115 alunos de seis turmas do Ensino Fundamental dos três países.

revistapontocom – O projeto foi inovador ao aliar as TICs e outras escolas de outros países?
Marise Brandão
– Acredito que o projeto foi bastante inovador porque ele foi ousado. Não foi um projeto de consumo de informações, mas de produção de conhecimento por meio da autoria do aluno. O projeto inovou por ultrapassar os muros da escola, tornando a aprendizagem mais flexível no tempo e no espaço e unindo dois continentes. O planejamento do trabalho começou com uma reunião inicial com os alunos, explicando a importância de eles estarem inseridos no projeto. Após uma pesquisa na internet para recolher material sobre Santos Dumont, foi criado o blog Vôo BPF com a finalidade de publicar os trabalhos, as imagens e a opinião dos envolvidos. Todas as atividades de realização dos trabalhos publicados no blog utilizaram tecnologia digital e informática que permitiram desenvolver nos alunos competências que levam à infoinclusão e literacia digital. Ao final das atividades, houve a realização de uma videoconferência envolvendo representantes do Brasil, Portugal e da França. O MSN Messenger foi o principal veículo de comunicação e troca de informações entre os professores.

revistapontocom – E quais foram os resultados?
Marise Brandão
– Bem, durante o desenvolvimento do projeto, fui chamada de muitas coisas, todos achavam que eu estava delirando, sonhando e que eu tinha perdido o rumo. Chamava meus colegas para participarem e eles me olhavam de modo estranho. Eu falava em videoconferência com Portugal, França. Falava em blog colaborativo, em webquests. Falava em crianças de uma escola estadual que nunca haviam tocado em computadores, crianças que estavam rotuladas, recuperando os conteúdos, e, agora, tendo prazer em estudar. Falava em apoio das famílias, enquanto sempre falavam na falta de apoio das famílias. Os resultados foram os melhores possíveis. Houve uma grande mudança de comportamento por parte dos alunos, aumentando o interesse pelos estudos, o desenvolvimento de competências e habilidades, elevando a auto-estima de todos os envolvidos. Acho que a maior conquista deste trabalho foi a verdadeira inclusão digital, que mudou a história de vida de vários alunos.

revistapontocom – E de lá para cá?
Marise Brandão
 - O trabalho com as TICs na sala de aula continua até hoje. A diferença é que a Microsoft me apóia atualmente. Ano passado, a Microsoft e a Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro me levaram a Washington para participar de um congresso, onde tive a alegria de ver o projeto valorizado e conhecer outros maravilhosos. Hoje, faço parte dos Educadores Inovadores em Rede da Microsoft. Estamos sempre juntos, seja presencialmente ou online, trocando experiências e fazendo reflexões. A Microsoft conseguiu unir todos os Educadores Inovadores do Brasil com os Professores Nota Dez de 2009, imagina no que isto vai dar. Principalmente em nosso estado, onde a Secretária de Educação e sua equipe acredita e apóia o uso das TICs para a evolução e revolução na educação.  Ainda estou à frente do portal www.webeducacional.com, onde professores e estudantes de vários estados do Brasil e de Portugal criam suas webquests, baixam softs, pesquisam e recebem informações e orientações. No ano passado, desenvolvi o projeto Reciclar é um Barato. O projeto promoveu o intercâmbio de profissionais do Brasil, Guatemala e EUA (http://reciclareumbarato.blogspot.com/).

Comentários

Este conteúdo possui 69 comentários.
Deixe o seu comentário clicando aqui.

  1. Olá,Marise Brandão!
    Parabéns pelo seu belíssimo projeto! Com certeza, acreditar que como educador no século XXI poderemos continuar lecionando nos moldes tradicionais, com “cuspe e giz”, é no mínimo ingenuidade. O vídeo nos mostra a pura realidade dos jovens brasileiros. Mesmos os maiis carentes, os menos favorecidos fazem uso das Tics diariamente. Sou professora da Rede pública do Rio de Janeiro e leciono em dois colégios em bairro humilde da baixada fluminense. Ambos se localizam no alto do morro, numa região de difícil acesso. Os alunos dessas escolas são bem carentes, mas a maioria tem celular. Aproveitando a sala de multimeios de uma dessas escolas, criei um projeto em que pude compartilhar os trabalhos de meus alunos em blogs: (http://blogdaprofessorajaneadiasturma602.blogspot.com.br/search/label/F%C3%A1bulas%20-%202%C2%BA%20bimestre%20de%202011). Esse blog tem mais de trinta mil acessos. Atualmente, trabalho com o Ensino Médio e, observando o uso constante que os alunos fazem do Facebook, criei outro projeto utilizando essa Rede Social como mais uma ferramenta de ensino e aprendizagem. Formei um grupo separado para cada turma e nesses espaços disponibilizo para os alunos vídeos, links, fotos e sites referentes à matéria . Além disso, eles interagem continuamente, tiram dúvidas, ajudam um ao outro e, sobretudo, tornarm-se mais achegados a mim. Resultado muito positivo, pois os conhecendo melhor procuro ajudá-los ainda mais.

  2. Aos professores que buscam uma boa ferramenta sugiro o site http://www.examtime.com.br ele é ótimo online e grátis. Possui suporte para criar Mapas Mentais, anotações, quiz, flashcards, plano de estudos e mto mais. É interativo e super fácil de usar pelos alunos também!
    Recomendo

  3. Não posso deixar de reconhecer o excelente trabalho. Só quem vivencia sabe o quanto é gratificante!

  4. Parabéns pelo ótimo trabalho desenvolvido. Auspiciosos horizontes despontarão!

  5. Fiquei maravilhado com o seu trabalho, sou estudante do curso de Sistema da Informação na UNDB em São Luís do Maranhão, e estou desenvolvendo minha Monografia neste tema; “A importância das TIC’s na Educação”, queria parabenizá-la pelo trabalho que vem desenvolvendo, que considero de suma importância para o desenvolvimento do conhecimento. Gostaria de saber como a senhora poderia contribuir com meu trabalho monográfico. Que Deus abençoe sua vida e seus trabalhos, aguardo contato!

  6. Fiquei impressionada com um projeto tão ousado como este. Realmente, o nosso país precisa de educadores assim: ousados, que não tem medo de novos desafios. Certamente ele servirá de incentivo para que outros educadores também se engajem em projetos ousados como este. Parabéns, professora! Fiquei impactada com a leitura desta entrevista, ao ver a forma como você encara a educação. Espero conseguir inovar também a minha prática pedagógica.

  7. Olá mestra!!! Estava eu navegando como de praxe pela internet procurando ideias para o meu projeto envolvendo as tecnologias para uma escola pública daqui de Manaus-Am, quando me deparei com sua reportagem neste site, e ao ler fui ficando muito contente em saber que não estou navegando sozinha por estes mares da educação, pois professora Marise Brandão,nós professores deste país acabamos sendo muito abençoados, pq a esperança paira 24 horas em nossas vidas, este Brasil tão lindo merece sair em destaque neste campo tão necessário para o desenvolvimento de nossa nação, temos que fazer a diferença, inovar sempre e procurar estar conectados com os alunos dos “novos tempos ” , gostaria muito de poder trocar ideias contigo, pois estou fazendo meu primeiro projeto para colocar em prática ainda este ano de 2012 e ficaria muito grata com suas orientações e ajuda nesta área professora. Sem mais aguardo um contato. email cinder-31@hotmail.com

  8. Achei muito importante esse projeto , ta de parabéns Marise Brandão ,precisava de mas pessoas assim para expor esta visão de futuro que todos nós precisamos .

  9. São profissionais como Marise, que não nos deixam perder a capacidade de sonhar e criar novidades interessantes, quando outros nos julgam sonhadores, “inventores de moda” ou coisa semelhante. Acompanho a jornada dessa incrível profissional desde que fiquei sabendo que uma de nossas colegas da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro apresentou um projeto inovador e ganhou o prêmio e incentivo da Microsoft.
    Parabéns Marise! Continue inovando, criando, produzindo conhecimento. Ainda precisamos aprender muito contigo.

  10. Realmente, não podemos mais ficar de fora ,vendo nossos filhos emaranhados nas redes sociais e muitas das vezes lhes pedindo para fazer isso ou aquilo na NET e nem pensar em romper paradigmas tolos que nos causam perdas irreparáveis relacionadas ao saber, a Prof Marise está com a bola Cheíssima, meus parabéns !!!

  11. É muito bom saber que pessoas como você existem de verdade!!! Continue sendo semeadora de coisas boas!!
    Bj!!
    Giany Abreu NTEVR – RJ

  12. Vocês não tem idéias de como os comentários de todos estão me fazendo bem hoje.
    Saber que tudo que passei e ainda passo, pois para nós educadores nada é fácil, que saio hoje da educação, mas que meu trabalho está servindo de exemplo para muitos, gente isto é bom demais!
    Obrigada por todas estas palavras carinhosas e que Deus ilumine o caminho de todos.
    bjs

  13. Professora Marise sua iniciativa é muito interessante, pois leva os alunos a produzirem seu próprio conhecimento e dismistifica aquele paradgima que só o professor é dono de todo conhecimento. Apesar das dificuldades (falta de recursos, colaboração etc.) nos mostra que é possível inovar e colher bons frutos, isso é um estímulo a nós professores das futuras geracões.

  14. os trabalhos de marise muito nos estimulam, nos incentivam, nos fazem refletir em nossa vida como futuros educandos. Não á conheço pessoalmente,mas, sem dúvida é uma pessoa admirável em seu percurso como educadora, orientadora, enfim, conhecer sua prática educativa.

  15. Não tive acesso antes a este site. Agora virtualmente através de alguns de seus trabalhos que muito nos encorajam, nos motivam, nos fazem pensar muito em nossa caminhada como educadores. Gostaria de conhecê-la pessoalmente e saber mais de seu percurso como educadora, orientadora, enfim, conhecer sua prática educativa. O incentivo nessa nossa busca pelo conhecimento é essencial para melhorarmos como pessoas e isso é que realmente faz a diferença no campo de trabalho e no campo pessoal da vida de cada um de nós. Parabéns pelos incentivos dados e pela dedicação em fazer seu trabalho como educadora.

  16. Inovar parece quase impossivel, quando a realidade de muitas escolas, mesmo com salas de informatica, ainda está aquém ( como não poderia deixar de mencionar a esfera pública, e os seus recursos destinados a educação).
    Como inovar se as mesmas têm como “semente” educandos funcionais, que só lêem para passar de ano ou pior, nem lêem?
    Projetos como o seu podem funcionar. Entretanto, depende muito do papel gradual e constante do educador à frente das salas dessas escolas.

  17. A iniciativa do projeto da professora Marise, é muito importante para o futuro da educação em nosso país, pois é de projetos como esse e de profissionais como ela, que precisamos para mudar o futuro dos nossos alunos, tendo em vista os inumeros problemas que envolvem o uso das tecnologias nas escolas, quando os alunos são privados de tal recurso gera um atraso na questão de aprendizagem. O papel dessa educadora é de conscientizar os profissionais da educação em promover novas mudanças. Parabéns professora Marise.

  18. Muito interessante a criação desse projeto pois o mesmo promete uma grande inovação do processo educacional estimulando os alunos a galgarem novos caminhos e ampliar os já adquiridos com a inclusão digital que os ajudarão também na troca de conhecimentos com outros alunos conectados em rede. e incentivar o próprios professores a buscar novos meios didáticos.

  19. É de extrema relevância a evolução, a vicissitude, que este projeto vem acalhar, edificando, transformando a vida educacional desses alunos, que muitas das vezes é totalmente esquecido devido fazerem parte de uma realidade diferente. Você está de parabéns Professora Marise Brandão. É desse estilo de profissional que o nosso Brasil está carente. A educação agradeçe, pois é o berço da civilização.

Trackbacks & Pingbacks

  1. Prêmio Microsoft | revistapontocom

Comente este conteúdo